Israel ataca túneis na fronteira entre Gaza e Egito

Por Nidal al-Mughrabi GAZA (Reuters) - Aviões israelenses bombardearam túneis na fronteira entre Gaza e Egito, numa resposta à morte de um soldado de Israel. A violência na região abalou um frágil cessar-fogo antes da chegada de um enviado norte-americano à região.

Reuters |

George Mitchell, enviado do presidente dos EUA, Barack Obama, à região, planejava se reunir com líderes israelenses ainda na quarta-feira e falará com o presidente palestino, Mahmoud Abbas, na quinta-feira.

Diplomatas ocidentais disseram que não se reunirão com representantes do Hamas, grupo que comanda a Faixa de Gaza e que é criticado pelos Estados Unidos e pela União Europeia por sua recusa em reconhecer o direito de Israel de existir, de renunciar à violência e aceitar os acordos de paz existentes.

A visita de Mitchell coincide com um pedido de Obama para a retomada das negociações de paz entre israelenses e palestinos.

Mas uma escalada da violência tem ameaçado as declarações separadas de cessar-fogo feitas por Israel e pelo Hamas em 18 de janeiro, após uma ofensiva israelense de 22 dias com o objetivo de pôr fim ao lançamento de mísseis contra o território do país.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG