Israel aprova construção de 1.800 casas em Jerusalém Oriental

Jerusalém, 9 jul (EFE) - Israel aprovou a construção de outras 1.800 casas em bairros judeus na parte leste de Jerusalém, onde os palestinos desejam declarar a capital de seu futuro Estado, informou hoje a rádio militar.

EFE |

A construção das novas casas foi aprovada pela Comissão de Distrito de Habitação de Jerusalém e autoriza a construção de 920 imóveis no bairro de Har Homa e de outros 880 no de Pisgat Ze'ev.

O plano de construção precisa ser aprovado pela Prefeitura de Jerusalém, embora seu prefeito, o ultra-ortodoxo Uri Lupoliansky, já tenha se felicitado pela decisão, segundo a emissora.

A construção em Jerusalém Oriental, assim como nos assentamentos judaicos da Cisjordânia, contraria o processo de paz iniciado na conferência de Annapolis (Estados Unidos) em novembro de 2007 e as gestões da secretária de Estado americana, Condoleezza Rice, para tirá-lo da estagnação nos últimos dois meses.

Os Estados Unidos, assim como o resto da comunidade internacional e a Autoridade Nacional Palestina (ANP), consideram que a construção em Jerusalém Oriental é um dos principais obstáculos às negociações, embora Israel se negue a cumprir o compromisso contraído em Annapolis de deixar de expandir as colônias. EFE elb/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG