Israel apresenta jato não tripulado que poderia alcançar o Irã

A Força Aérea de Israel apresentou, neste domingo, uma frota de grandes aviões não tripulados que, segundo as autoridades, poderiam voar até o Golfo Pérsico, o que colocaria o Irã dentro do raio de alcance. Construído pela estatal Israel Aerospace Industries, o Heron TP tem 26 metros de extensão entre uma asa e outra - o mesmo tamanho de um Boeing 737, que transporta passageiros - e é a maior aeronave não tripulada do Exército israelense.

BBC Brasil |

Segundo as autoridades, os aviões podem voar a uma altura maior que 12 mil metros e são capazes de permanecer voando por até 20 horas consecutivas.

De acordo com a Força Aérea, os novos jatos serão usados principalmente para vigilância e carregamentos.

O avião vem sendo desenvolvido há uma década e foi usado pela primeira vez durante a ofensiva israelense contra a Faixa de Gaza em dezembro de 2008.

Apesar de apresentar a aeronave em uma cerimônia neste domingo, as autoridades não revelaram qual o tamanho da nova frota ou se os aviões foram desenvolvidos para serem usados em um eventual ataque contra o Irã.

Em entrevista à agência de notícias AP, autoridades de defesa de Israel, que não foram identificadas, teriam afirmado que o Heron TP seria uma ferramenta útil contra o Irã.

O governo israelense acredita que o Irã esteja desenvolvendo armas nucleares e já ameaçou atacar o país caso as negociações para limitar o programa nuclear iraniano fracassarem.

Na semana passada, o primeiro-ministro de Israel, Binyamin Netanyahu, exigiu que a comunidade internacional imponha sanções "paralisantes" para impedir o Irã de obter armamentos nucleares.

A afirmação foi feita diante do avanço do programa nuclear iraniano depois que o presidente Mahmoud Ahmedinajad anunciou que o país já teria alcançado a capacidade de enriquecimento de urânio no nível de 20%.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG