Israel anuncia 40 ataques aéreos noturnos contra Gaza

TEL AVIV - A aviação de Israel realizou 40 ataques contra alvos na Faixa de Gaza na madrugada de quinta-feira para sexta-feira, anunciou um porta-voz militar.

Redação com agências internacionais |

"Os alvos foram seis grupos armados, uma mesquita no norte da Faixa de Gaza onde havia armas, quatro túneis e duas posições de combatentes do Hamas", afirmou a fonte.

Israel intensificou na quinta-feira a ofensiva em Gaza e seus bombardeios mataram um dos principais líderes do Hamas, Said Siam. Também atingiram um complexo da ONU, um edifício da imprensa e um hospital.


Família de palestinos olham o estrago na Cidade de Gaza / AP

O Exército anunciou uma interrupção de quatro horas dos ataques a partir das 8H00 GMT (6H00 de Brasília), para permitir a entrada de ajuda humanitária em Gaza, mas destacou que se reserva o direito de responder no caso de disparos contra suas forças ou contra seu território.

O Estado hebreu autorizou a passagem de 130 caminhões com alimentos, medicamentos e combustível, anunciou o porta-voz da administração militar, Peter Lerner.

O Exército não informou nenhum disparo de foguete palestinos durante a noite. Na quinta-feira, os grupos armados palestinos lançaram 25 projéteis.


Israel manteve nesta sexta-feira os ataques / AP

Trégua mais próxima

Israel espera que a guerra de Gaza esteja próxima do fim, afirmou nesta sexta-feira o porta-voz do governo, Mark Regev, ao mesmo tempo que prosseguem os esforços diplomáticos. "Espero que estejamos chegando ao fim da guerra, disse Regev.

"Evidentemente, isto não depende de nós", completou, em referência à postura do grupo radical palestino Hamas, contra o qual Israel lançou em 27 de dezembro uma ofensiva na Faixa de Gaza que já matou mais de 1.100 palestinos.

21º dia de ataques:

Leia também

Vídeos

Opinião

Leia mais sobre: Oriente Médio

* Com AFP

    Leia tudo sobre: faixa de gaza

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG