Israel alerta para risco de atentados no Sinai

O bureau israelense de combate ao terrorismo alertou nesta terça-feira para o risco de viagens à região do Sinai, no Egito, devido a possíveis atentados do Hezbollah.

AFP |

"O Hezbollah continua acusando Israel pela morte de Imad Moughnieh e isto aumenta os riscos de atentados contra israelenses no estrangeiro", adverte o bureau, que cita o líder do grupo xiita libanês assassinado em um atentado em Damasco, em fevereiro de 2008.

O comunicado destaca que uma importante célula do Hezbollah foi identificada no Sinai.

O Estado hebreu nega qualquer envolvimento na morte de Moughnieh.

O mesmo comunicado também desaconselha a viagem de cidadãos israelenses à Colômbia, Iraque, Sudão, Síria, Líbano, Somália, Iêmen, Afeganistão, Chechênia, Filipinas, Arábia Saudita, Indonésia, Malásia, Argélia e Paquistão.

ChW/LR

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG