Israel alerta Hamas sobre ataques com foguetes

Líderes israelenses alertaram nesta quinta-feira o grupo palestino Hamas que o país não irá tolerar mais ataques com foguetes no sul do país. O primeiro-ministro, Ehud Olmert, disse que o governo não hesitaria em atacar o Hamas e o grupo militante Jihad Islâmica caso seja necessário.

BBC Brasil |

A ministra das Relações Exteriores do país, Tzipi Livni, que está em visita ao Egito, disse que a escalada recente da violência na região era "intolerável" e que o governo não poderia admitir que civis israelenses se tornassem alvos de militantes palestinos.

O Hamas lançou cerca de 50 foguetes da Faixa de Gaza contra o sul de Israel nos últimos dias.

Segundo o grupo islâmico, os ataques foram realizados em resposta a morte de três de seus militantes por soldados israelenses na terça-feira.

O Exército israelense afirmou que os homens foram mortos porque teriam tentado colocar explosivos perto da fronteira com Israel.

O Hamas responsabiliza Israel pelo fim da trégua de seis meses, na última sexta-feira, alegando que o governo israelense não teria respeitado termos do acordo, entre eles o fim do bloqueio da Faixa de Gaza, que tem impedido a entrada de alimentos e combustível no território palestino.

Egito
Livni está no Egito a convite do governo. Na manhã desta quinta-feira ela se reuniu com o presidente, Hosni Mubarak, e com o premiê, Ahmed Aboul Gheit, que mediaram o acordo de cessar-fogo.

Segundo o correspondente da BBC no Cairo Christopher Fraser, muitos consideram a visita de Livni como o primeiro de vários passos diplomáticos que Israel deve tomar antes de decidir por uma ação militar direta.

Gheit pediu calma aos dois lados e disse que o Egito continuará atuando como mediador - mas que um novo acordo parece pouco provável no momento.

O presidente Mubarak disse aos militantes em Gaza que acredita ter sido um erro abandonar a trégua com Israel.

De acordo com Fraser, ainda não está claro se o Egito apoiaria uma ofensiva militar israelense contra o Hamas.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG