Israel afirma que trégua não dá legitimidade ao Hamas

Jerusalém, 19 jun (EFE).- O Governo de Israel negou hoje que a trégua estipulada com as milícias palestinas de Gaza dê legitimidade ao movimento islamita Hamas, que considera terrorista.

EFE |

"Devemos enfatizar que a proposta (de trégua) não é resultado de nenhuma negociação israelense com o Hamas. Todos os contatos neste sentido foram realizados pelo Governo do Egito. A posição israelense de considerar o Hamas uma organização terrorista não mudou", afirmou hoje o Ministério de Exteriores de Israel.

"A iniciativa egípcia não outorga nenhuma legitimidade ao Hamas, e Israel continuará pressionando para o isolamento justificado do Hamas por parte da comunidade internacional", acrescenta a nota.

O Governo israelense deixou claro que qualquer ataque procedente de Gaza representará uma violação do acordo, e que considerará o Hamas responsável por suas conseqüências, mesmo que o fogo proceda de outra facção palestina.

"Devido às dúvidas que pairam sobre a trégua, Israel tem outras opções preparadas", afirmou. EFE aca/gs

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG