violação grave da trégua - Mundo - iG" /

Israel adverte que foguetes representam violação grave da trégua

Jerusalém - Israel advertiu hoje que o lançamento a partir da Faixa de Gaza de dois foguetes Qassam contra seu território, reivindicado minutos antes pela Jihad Islâmica, é uma violação grave à trégua iniciada há seis dias.

EFE |

"Obviamente, qualquer fogo a partir de Gaza contra Israel representa uma violação grave do acordo" de cessar-fogo na Faixa de Gaza alcançado com as milícias palestinas com a mediação do Egito, disse à Agência Efe Mark Regev, porta-voz do primeiro-ministro israelense, Ehud Olmert.

No entanto, Regev não quis responder se dá por encerrada a trégua que as duas partes tinham mantido sem incidentes desde quinta-feira passada.

A Jihad Islâmica justificou o ataque em resposta à morte de um de seus dirigentes em uma operação conjunta do Exército israelense e do Shin Bet (serviço de inteligência interna israelense) na Cisjordânia, onde não a trégua não está em vigor.

Uma das duas vítimas fatais seria Tariq Jumea, também conhecido como Abu Jali, de 24 anos e, segundo o Exército israelense, líder da Jihad Islâmica na cidade de Nablus, na Cisjordânia.

Os projéteis caíram no jardim de uma casa vazia na cidade de Sderot e em uma área aberta no deserto do Neguev, sem causar danos pessoais ou materiais, informou a Polícia israelense.

Depois, outros dois foguetes Qassam caíram em Sderot e, na noite passada, uma bomba foi lançada contra território israelense, no que representa a primeira violação do cessar-fogo.

Leia mais sobre: Israel - Jihad Islâmica

    Leia tudo sobre: israel

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG