Por Omar Valdimarsson REYKJAVIK (Reuters) - O Parlamento da Islândia aprovou na noite de quarta-feira, por 33-30 votos, um projeto emendado para a restituição de mais de 5 bilhões de dólares a poupadores da Holanda e Grã-Bretanha que haviam investido em bancos afetados pela crise financeira na ilha.

A medida ajuda a intenção islandesa de aderir rapidamente à União Europeia e de recolocar sua economia nos trilhos.

"Aprovar o projeto é a melhor opção e irá evitar ainda mais dano econômico", disse no debate parlamentar o ministro das Finanças, Steingrimur Sigfusson, líder do partido Esquerda-Verde. "A história mostrará que estamos fazendo a coisa certa."

A Grã-Bretanha ainda não se manifestou, e o ministro holandês das Finanças, Wouter Bos, elogiou a aprovação.

A crise global atingiu em cheio a Islândia, quebrando seus principais bancos, derrubando sua moeda e mergulhando o país na recessão.

A previsão é de redução de 8 por cento no PIB neste ano, e de retomada do crescimento só em 2011.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.