Islâmicos nigerianos condenam tentativa de atentado contra avião americano

Lagos, 28 dez (EFE).- Grupos islâmicos da Nigéria condenaram hoje a tentativa de atentado da sexta-feira passada realizada pelo nigeriano Umar Farouk Abdulmutallab, de 23 anos, contra um avião da companhia Northwest procedente de Amsterdã e com destino a Detroit (EUA).

EFE |

Em comunicado, o secretário-geral do Conselho Supremo para Assuntos Islâmicos (SCIA, em inglês), Alhaji Lateef Adegbite, qualifica o fato como "um incidente isolado que não reflete a forma de pensar dos muçulmanos nigerianos".

Os integrantes da Rede para o Desenvolvimento Islâmico (IND, em inglês) disseram que é "horrendo que alguém possa pensar em realizar um ato assim", e incentivaram o Governo dos EUA a estreitar seus laços com o mundo islâmico para evitar este tipo de situação.

O Centro Muçulmano de Assuntos Públicos (MPAC, em inglês) afirmou que a tentativa de atentado é "uma violação total do que prega o Islã".

"Todo ataque que represente uma ameaça para a paz ou que tenha como objetivo acabar com a vida de civis (...) é um ato de terrorismo", afirma o diretor do MPAC, Disu Kamor, em comunicado.

"Repudiamos todo aquele que tenha planos de realizar um ato terrorista e damos as boas-vindas às ações de prevenção das forças de segurança contra qualquer ameaça à vida de cidadãos", acrescenta Kamor.

O grupo de Defesa dos Direitos dos Muçulmanos (Muric, em inglês), em sua condenação, indica que "queremos manter a paz com nossos vizinhos, por isso chamamos os pais muçulmanos a educar apropriadamente seus filhos e que evitem que se juntem a grupos radicais". EFE da/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG