Isaf nega envolvimento em morte de 3 civis em operação em Cabul

Cabul, 2 set (EFE).- A Força Internacional de Assistência para a Segurança no Afeganistão (Isaf) desmentiu hoje que suas tropas ou as da coalizão liderada pelos Estados Unidos estivessem envolvidas em uma operação na qual três civis morreram em Cabul no dia 31 de agosto.

EFE |

Em comunicado, a Isaf disse que realizou uma "extensa investigação" conjunta do ocorrido, para concluir que as tropas internacionais "não efetuaram nenhuma operação ofensiva" em Cabul na noite do incidente.

Além disso, a força da Otan expressou suas "condolências aos familiares e à comunidade afetada por essas mortes".

Centenas de pessoas protestaram ontem no leste da capital afegã para denunciar uma operação na qual um homem e duas crianças perderam a vida.

O policial Ahmad Bari, que se encontrava na área do protesto, assegurou à Agência Efe que tropas da Otan realizaram uma operação na casa de um aldeão na qual ele e seus dois filhos morreram.

Segundo o policial, os filhos do aldeão teriam somente um e dois anos de idade.

Um dos manifestantes, identificado como Moula Dad, disse que soldados americanos foram responsáveis pela operação, e acrescentou que a mulher do afegão também ficou ferida e morreu no hospital. EFE nh/mh

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG