Irmãos são detidos por roubo de joias exclusivas na Alemanha

Berlim, 11 fev (EFE).- Um comando especial da Polícia de Berlim deteve hoje dois irmãos suspeitos de envolvimento num multimilionário roubo de jóias e relógios exclusivos da loja de departamento KaDeWe, em janeiro deste ano.

EFE |

A Polícia não quis fornecer mais detalhes sobre a operação, que aconteceu na pequena localidade de Rotenburg, no estado federado da Baixa Saxônia.

A joalheria Christ, à qual pertenciam todos os objetos roubados, tinha oferecido uma recompensa de 100 mil euros ou de 10% do valor das joias que fossem recuperadas.

Na madrugada do dia 25 de janeiro, três ladrões escalaram uma marquise até o primeiro andar do prédio, forçaram uma janela e desceram já no interior do primeiro piso, de onde roubaram relógios e peças de joalheria avaliadas em vários milhões de euros.

O roubo foi filmado pelas câmeras de segurança da loja, mas a Polícia não consegue explicar por que os alarmes não soaram quando os ladrões invadiram a loja.

A imprensa alemã especula que os criminosos poderiam ter contado com um cúmplice na KaDeWe que para facilitar sua entrada.

O valor total do roubo não é oficial, mas a imprensa local indica que pode superar os cinco milhões de euro. Algumas das exclusivas peças roubadas estão avaliadas em até 10 mil euros cada uma.

A KaDeWe, que em 2007 completou 100 anos, tem 60 mil metros quadrados, emprega duas mil pessoas e recebe diariamente a visita de várias dezenas de milhares de clientes. EFE ih/mh

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG