Irmão afirma que jornalista que jogou sapatos em Bush tem braço quebrado

O jornalista iraquiano detido no domingo por ter jogado os sapatos contra o presidente americano George W. Bush tem um braço e costelas quebradas, além de ferimentos em um olho e uma perna, afirmou o irmão do repórter.

AFP |

"De acordo com informações obtidas por agentes de segurança, Muntazer al-Zaidi está detido pelos iraquianos na zona verde e foi agredido pelos serviços de segurança iraquianos", declarou à AFP o irmão Durgham, de 32 anos.

"Tem um braço e costelas quebradas e ferimentos em um olho e uma perna", declarou, sem precisar quando os ferimentos foram causados.

"Está detido pelos serviços de Muaffak al-Rubaie", acrescentou, a respeito do conselheiro iraquiano de segurança nacional.

Procurado para uma entrevista por e-mail, Rubaie respondeu apenas "sem comentários".

Durante uma entrevista coletiva no domingo em Bagdá, Muntazer al Zaidi, 29 anos, jornalista do canal Al-Bagdadia, jogou os dois sapatos contra o presidente Bush, que fazia uma visita surpresa ao Iraque, e gritou: "Este é o beijo de despedida, cachorro".

Bush se esquivou dos sapatos e não foi atingido.

O repórter foi detido imediatamente e retirado do local pelos serviços de segurança iraquianos aos gritos de "você é responsável pela morte de milhares de iraquianos".

Manchas de sangue foram vistas mais tarde no local onde o jornalista foi detido pelos oficiais de segurança, de acordo com um jornalista da AFP.

sf-sk/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG