Irmã de chefão de máfia é presa com mais 22 na Itália

Roma, 19 jan (EFE).- A polícia italiana prendeu hoje 23 pessoas acusadas de associação mafiosa e ligação com Giuseppe Piddu Madonia, chefe de um clã siciliano - entre eles sua irmã, por quem, mesmo preso, ele mandava ordens por meio de suas visitas, informou a imprensa local.

EFE |

Entre os presos, está a irmã dele, Maria Stella Madonia, de 72 anos, e o marido dela, Giuseppe Lombardo, de 75, que seriam os encarregados de transmitir as diretrizes aos membros da família após as visitas a "Piddu".

A polícia havia conseguido 24 mandados de prisão, mas um dos acusados conseguiu fugir.

Também foi estabelecido o embargo preventivo de duas empresas registradas no nome de testas-de-ferro do clã, e que administravam apostas nas cidades sicilianas de Gela e Niscemi, assim como uma companhia dedicada à produção de concreto, que são avaliadas em 4 milhões de euros.

Os detidos são acusados ainda de extorsão, agiotagem, concorrência desleal mediante violência e ameaças. EFE if/jp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG