Irlanda receberá 2 detidos de Guantánamo

Dublin, 29 jul (EFE).- O ministro de Justiça e Interior irlandês, Dermot Ahern, informou hoje que o Governo de Dublin receberá dois detidos da base americana de Guantánamo, em Cuba.

EFE |

Ahern anunciou esta decisão após se reunir com o novo embaixador americano na Irlanda, Dan Rooney, com quem discutiu a recente visita de funcionários irlandeses a Washington e aos dois reclusos na citada base, onde permanecem detidos há vários anos, afirmam fontes oficiais, em comunicado.

O ministro lembrou que o Governo de Dublin pediu insistentemente o fechamento das instalações de Guantánamo.

"Ao tomar esta decisão, estou consciente da intenção dos Estados Unidos de fechar o centro da baía de Guantánamo, em parte transferindo detidos que não são considerados mais uma ameaça para a segurança, mas que não podem retornar a seus países, a outros países que estão dispostos a recebê-los", disse o ministro.

Embora ainda não tenham sido confirmadas suas identidades, acredita-se que os dois detidos são cidadãos do Uzbequistão, aonde não podem retornar, devido ao risco de que sofram torturas, disseram fontes do Ministério de Assuntos Exteriores irlandês. EFE ja/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG