Irlanda estuda acolher 2 detidos uzbeques de Guantánamo

Dublin, 26 jun (EFE).- O ministro de Assuntos Exteriores da República da Irlanda, Michéal Martin, informou hoje que o Governo de Dublin poderia acolher dois detidos da base de internamento americano de Guantánamo (Cuba).

EFE |

Trata-se, explicou o ministro, de dois cidadãos do Uzbequistão aos quais se permitiria ficar na ilha, assim que fossem postos em liberdade pelas autoridades dos Estados Unidos.

O próprio primeiro-ministro irlandês, Brian Cowen, se comprometeu com o presidente americano, Barack Obama, a acolher um número pequeno de presos durante sua visita à Casa Branca no mês de março, por ocasião das festividades de São Patrício, padroeiro da República da Irlanda.

Segundo fontes do Ministério de Exteriores, os dois homens serão colocados em liberdade porque não representam uma ameaça terrorista, mas também não podem retornar a seu país pelo suposto risco de sofrerem torturas. EFE ja/ma

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG