Irlanda do Norte comemora 10 anos de acordo de paz

A Irlanda do Norte comemora nesta quinta-feira o 10º aniversário do acordo da Sexta-feira Santa, que acabou com o violento confronto entre católicos e protestantes, embora algumas feridas continuem abertas.

AFP |

Talvez por causa disso, as comemorações desse acordo, alcançado em 1998 depois de quase 3.000 mortos e 21 meses de negociações, serão discretas.

Só está prevista uma conferência econômica em Belfast para atrair capital privado para o desenvolvimento do Ulster, à qual estará presente o ex-presidente americano Bill Clinton.

A data de 10 de abril, no entanto, com certeza traz à lembrança a situação da província há 10 anos, quando os unionistas, patidários de manter a união da Irlanda do Norte e da Grã-Bretanha, e os republicanos, partidários da unificação da Irlanda, se matavam diariamente.

O acordo de paz foi anunciado no dia 10 de abril de 1998 - uma Sexta-feira Santa - pelo senador americano George Mitchell, que presidia as negociações para acabar com o conflito. Em outubro de 2005, o Exército Republicano Irlandês (IRA) renunciou à luta armada e entregou as armas.

Dez anos depois da assinatura do documento que mudou a história da Irlanda do Norte, criando um governo autônomo compartilhado, o Ulster vive uma estabilidade política que não conhecia desde a divisão da Irlanda em 1921.

ame/js/cn/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG