Iraquianos manifestam contra a ocupação americana em Bagdá

Uma multidão de iraquianos se reuniu nesta quinta-feira em Bagdá em resposta a uma convocatória do chefe radical xiita Moqtada Sadr contra a ocupação americana, no sexto aniversário da queda do regime de Saddam Hussein.

AFP |

Os manifestantes, que chegaram em sua maioria das províncias xiitas do sul do país e dos bairros pobres de Bagdá, se dirigiram para a Praça Fardus, na qual iraquianos, junto a soldados americanos, derrubaram a estátua do ex-ditador há seis anos.

"Todos os que são contra a ocupação devem participar desta manifestação", disse de um palanque o xeque Hazem al Aaraji, um dos chefes do movimento Sadr.

Inúmeros xiitas receberam com alívio o anúncio do início, em 20 de março de 2003, da operação "Iraqi Freedom" (Liberdade iraquiana).

No entanto, durante os meses e os anos seguintes, alguns xiitas entraram para milícias xiitas, como o Exército do Mahdi de Moqtada Sadr, contra as tropas americanas, que já vinham enfrentando a insurreição sunita.

kat/lm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG