Iraquiano traumatizado pela guerra do Golfo ingere 52 isqueiros

Um iraquiano de 48 anos, diagnosticado com esquizofrenia e trauma pela guerra do Golfo, foi operado depois de ingerir 52 isqueiros, informou a família neste sábado.

AFP |

Abas Ezzeddin, um turcomano que participou na invasão iraquiana ao Kuwait (1991), foi internado esta semana no hospital de Azadi, norte de Kirkuk (norte de Bagdá) queixando-se de fortes dores abdnominais.

Uma radiografia revelou a presença de objetos etranhos em seu estômago e ele foi imediatamente operado.

Os médicos extraíram 52 isqueiros e uma pilha de seu estômago. Depois, ele foi transferido para o setor psiquiátrico do hospital.

"Não encontrava mais meus isqueiros. Não sabíamos como eles sumiam e muito menos que era Abas que os roubava e os engolia", declarou sua irmã, Samar.

O paciente explicou que ingeria os isqueiros toda vez que ouvia uma sirene da polícia ou uma explosão. "Isso me lembrava a guerra do Golfo, o som das explosões... Por que os médicos não me deixaram morrer?", perguntou.

Alguns habitantes de Kirkuk tentaram visitar o pacientes, convictos de que ele foi tocado pela graça divina.

str-iba/cn

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG