Um tribunal de Bagdá condenou à morte um miliciano iraquiano considerado culpado da morte de três soldados americanos em 2006, informa um comunicado do Exército dos Estados Unidos.

Os juízes da corte criminal de Bagdá reconheceram por unanimdade a culpa de Ibrahim Karim Mohammed Saleh al-Qaraghuli, acusado de atos de terrorismo pela morte de três militares americanos em junho de 2006.

Duas pessoas acusadas de cumplicidade foram declaradas inocentes.

Os três soldados americanos, da 101ª divisão aerotransportada, morreram em um ataque terrorista e um seqüestro cometido por insurgentes em 16 de junho de 2006 na cidade de Yusufiyah, segundo a nota militar.

Yusufiyah fica no "triângulo da morte" ao sul de Bagdá, cenário de ataques cometidos pela rede terrorista Al-Qaeda contra as tropas iraquianas e americanas.

jds/fp

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.