Publicidade
Publicidade - Super banner
Mundo
enhanced by Google
 

Iraque, Turquia e EUA criam comitê para observar as atividades do grupo PKK

Bagdá, 19 nov (EFE).- O Governo de Bagdá anunciou hoje a criação de um comitê tripartite iraquiano-turco-americano para observar as atividades do grupo rebelde curdo Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK) no Iraque e na Turquia.

EFE |

O porta-voz do Executivo iraquiano, Ali al Dabbagh, afirmou em comunicado que o comitê se encarregará de estudar a "ameaça" que este grupo representa para a segurança dos dois países e de adotar medidas para impedir qualquer possível atividade dos rebeldes do PKK nos territórios de ambos ou em suas fronteiras.

A medida foi anunciada após a chegada hoje ao Iraque de uma delegação turca liderada pelo ministro do Interior, Besir Atalay.

A visita dos responsáveis turcos do Iraque tem o objetivo de acelerar a colaboração entre ambos os países e os Estados Unidos na luta contra o PKK, catalogado como organização terrorista pela Turquia, EUA e União Européia.

O PKK se levantou em armas em 1984 para exigir a independência dos 12 milhões de curdos que vivem na Turquia e desde então mais de 35.000 pessoas morreram em uma guerra não declarada entre os rebeldes curdos e as forças de segurança turcas.

Segundo a cadeia turca "NTV", as atuais gestões diplomáticas entre Turquia, Iraque e EUA se baseiam no fato de que, a partir do dia 1º de janeiro de 2009, o controle do espaço aéreo iraquiano será devolvido por Washington a Bagdá.

Deste modo, Ancara deverá pedir permissão diretamente aos iraquianos para realizar operações aéreas contra as bases do PKK no Iraque, onde os turcos suspeitam que entre 3.000 a 4.500 militantes do grupo armado estejam refugiados. EFE ah/ma

Leia tudo sobre: iG

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG