Bagdá, 29 jul (EFE).- Tropas americanas detiveram nas últimas horas 18 terroristas e mataram um colaborador em diversas áreas do Iraque, informou hoje o comando militar americano.

A cúpula militar afirmou, em comunicado, que um "conhecido colaborador" de grupos terroristas foi morto em Bagdá a tiros por soldados americanos, quando, após ser localizado, não atendeu às instruções dos militares.

Segundo o Exército americano, a vítima fatal fazia parte de uma rede de apoio que oferecia documentação falsa e ajudava na transferência de provisões por todo o país.

Em outra operação, também na capital, os soldados detiveram dois supostos terroristas enquanto buscavam os integrantes de uma célula especializada em preparar carros-bomba.

No leste de Samarra, 110 quilômetros ao norte de Bagdá, os militares capturaram hoje um suposto líder da rede Al Qaeda no Iraque e outro suspeito.

O dirigente, segundo a nota, supervisionava ações terroristas na região e era responsável por recrutar mulheres para cometer atentados suicidas.

Também hoje, soldados americanos detiveram 13 supostos terroristas em Mossul e nos arredores, dentro de uma operação contra associados de dirigentes da Al Qaeda no país árabe.

Além disso, os militares detiveram ontem um suposto colaborador estrangeiro dos grupos terroristas, enquanto dirigia pelo sudoeste da região de Al Qaim, 325 quilômetros ao noroeste de Bagdá. EFE am/an

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.