Pelo menos sete pessoas morreram em novos combates realizados na noite de quarta-feira no bairro xiita de Sadr City, em Bagdá, entre militantes xiitas e forças americanas, anunciou À AFO um dos responsáveis de segurança e saúde do Iraque.

Até agora, não se confirmou se as vítimas são combatentes ou civis. Esses enfrentamentos também deixaram 20 pessoas feridas, entre elas mulheres e crianças, segundo responsáveis iraquianos.

O exército americano não informou até agora o seu balanço dos combates.

O comando dos Estados Unidos e soldados iraquianos combatem os milicianos xiitas, em sua maioria fiéis do líder radical Moqtada Sadr, depois do governo iraquiano lançar, no final de março, uma operação contra as milícias xiitas.

Os enfrentamentos se concentram há semanas no popular bairro de Sadr City - de maioria xiita -, em Bagdá, onde cerca de mil pessoas já morreram desde o início dos combates.

Outras sete pessoas faleceram nesta quinta-feira em diferentes ataques. No primeiro deles, duas pessoas morreram e quatro ficaram feridas devido à queda de foguetes em um estacionamento do centro da capital, segundo fontes iraquianas.

Outra pessoa morreu no bairro de Al Jaidida, leste de Bagdá, na explosão de uma bomba em um ônibus. A explosão deixou 4 feridos.

Em outro bairro da capital, Al Mansur, um carro-bomba explodiu e matou quatro pessoas, entre elas três policiais, e feriu outras oito, informaram fontes policiais.

sf-hj/fb

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.