Iraque: Sadr pede que seguidores tenham paciência para manter a trégua

Bagdá, 25 abr (EFE).- O clérigo xiita Moqtada al-Sadr pediu hoje que seus seguidores mostrem mais paciência a respeito do cumprimento do cessar-fogo nos confrontos com as tropas iraquianas e americanas.

EFE |

"São os pacientes seguidores (...). Peço que mostrem mais paciência sobre o cumprimento do cessar-fogo", disse Sadr em comunicado lido em várias mesquitas xiitas durante a oração da sexta-feira.

Em agosto do ano passado, Sadr anunciou um cessar-fogo unilateral de seis meses, renovado em fevereiro passado, e que contribuiu para a diminuição da violência no país.

A chamada de hoje de Sadr responde às contínuas operações militares contra os milicianos fiéis ao clérigo xiita e que se concentram no bairro de Cidade de Sadr, um dos principais redutos dos seguidores do clérigo xiita.

"Quando Moqtada al-Sadr ameaçou declarar uma guerra aberta, se referia a uma guerra contra a ocupação americana, não contra o Exército iraquiano, porque o derramamento de sangue iraquiano está proibido", afirma o comunicado.

Na semana passada, o líder xiita ameaçou lançar uma "guerra aberta até a libertação" se não parassem as operações contra os membros de seu grupo.

Além disso, Sadr mostrou hoje sua rejeição à proposta sobre um acordo militar que está sendo negociado entre o primeiro-ministro iraquiano, Nouri al-Maliki, e os Estados Unidos sobre o estabelecimento de bases militares permanentes em território iraquiano.

    Leia tudo sobre: iraque

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG