Iraque reitera que acordo com EUA deve ter data de retirada tropas

Bagdá, 10 ago (EFE).- O ministro de Assuntos Exteriores iraquiano, Hochiyar Zebari, reiterou hoje que o acordo que Iraque e EUA negociam sobre a permanência do Exército americano no país árabe deve incluir também um calendário de retirada de tropas.

EFE |

Zebari, citado pela rede de televisão independente iraquiana "Al-Charquiya", ressaltou que Washington "deve apresentar um calendário muito claro para retirar suas forças do Iraque" no tratado negociado com Bagdá.

Nesse sentido, o chanceler iraquiano ressaltou que "se está perto de chegar a um acordo que inclui uma agenda de retirada e é provável que seja debatido no Parlamento já em setembro".

O mandato da ONU para as tropas que se encontram no Iraque expira em 31 de dezembro, mas Washington e Bagdá pretendiam definir todos os detalhes sobre colaboração militar antes do último dia 31 de julho.

No entanto, essa data fixada voluntariamente pelas duas partes não foi cumprida e, segundo informou hoje o jornal americano "Washington Post", embora a maioria dos elementos do acordo já estejam definidos, não foram determinadas ainda datas concretas.

A imprensa iraquiana do Iraque disse na sexta-feira passada que os negociadores do Iraque tinham proposto um calendário que fixa a retirada das forças americanas para princípios de outubro de 2010.

Essa agenda estipula a retirada das tropas americanas das ruas das cidades iraquianas em meados de 2009, e a saída do país em outubro de 2010.

Além disso, a proposta iraquiana autoriza a presença de algumas unidades militares americanas de apoio no Iraque durante mais alguns anos. EFE am/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG