As mortes violentas no Iraque se elevaram, em janeiro, a 196, isto é, quase a mesma quantidade que em janeiro de 2009, quando 191 pessoas perderam a vida; mas o número de feridos é o mais alto que o de há 12 meses, segundo dados oficiais anunciados neste domingo.

Segundo os ministérios de Saúde, Interior e Defesa, 135 civis, 41 policiais e 20 soldados morreram no primeiro mês do ano.

O número de feridos chegou a 782, entre eles 620 civis, 120 policiais e 42 militares, contra 406 em janeiro de 2009.

Cinquenta e quatro insurgentes morreram e 681 foram detidos.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.