Iraque processa companhias por corrupção em programa Petróleo por Comida

Bagdá, 29 jun (EFE).- O Governo iraquiano decidiu processar um grupo de companhias e indivíduos envolvidos no caso de corrupção relacionado com o programa Petróleo por Comida da ONU durante a década de 1990.

EFE |

O porta-voz governamental iraquiano, Ali al-Dabbagh, anunciou hoje em comunicado que as ações legais serão impetradas perante tribunais americanos com o objetivo de "recuperar grandes somas de dinheiro que as partes envolvidas arrecadaram ilegalmente".

"O Governo do Iraque adota esta medida extraordinária para se recuperar dos prejuízos que o povo sofreu e para responsabilizar por seus atos aqueles que se beneficiaram do programa Petróleo por Comida", afirmou Dabbagh em seu comunicado.

"Esta iniciativa sai do compromisso do Executivo para erradicar a corrupção e assegurar os direitos legais contra a prescrição dos casos de corrupção relacionados com este programa", acrescentou.

O Petróleo por Comida foi criado em 1996 para aliviar o sofrimento da população iraquiana devido às sanções impostas pela ONU após a invasão militar do Iraque ao Kuwait, em 1990.

O programa permitia a venda de petróleo iraquiano no mercado internacional em troca de que a receita gerada por essas operações fosse destinada à compra de alimentos, remédios e produtos com fins humanitários.

No entanto, após a queda de Saddam Hussein, uma investigação liderada pelo ex-presidente do Federal Reserve (Fed, banco central dos Estados Unidos), Paul Volcker, descobriu uma trama de corrupção dentro do programa.

No relatório final, publicado em 2005, Volcker afirmou que 2.200 companhias de 40 países diferentes regularam contratos secretos com o Governo iraquiano para desviar US$ 1,8 bilhão do programa.

Em fevereiro, o secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, anunciou a transferência de US$ 161 milhões do Petróleo por Comida a um fundo internacional para o desenvolvimento do Iraque. EFE am/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG