Iraque prende ex-ministro; avião em que viajava retornou

Por Muhanad Mohammed BAGDÁ (Reuters) - A polícia prendeu neste sábado o ex-ministro do Comércio do Iraque por acusação de corrupção envolvendo o programa de alimentação do país, ordenando que o avião em que ele estava indo para Dubai retornasse, disseram autoridades e testemunhas.

Reuters |

Uma corte do Iraque emitiu um mandato de prisão para o ex-ministro Abdul Falah al-Sudany neste sábado, mas o parlamentar de confiança da autoridade disse que ele já tinha uma viagem marcada para Dubai.

Um passageiro que viajava no mesmo avião que Sudany afirmou que a aeronave teve de retornar meia hora após a decolagem.

"O capitão nos disse que tinha de voltar para Bagdá por causa de um congestionamento no aeroporto de Dubai", afirmou o passageiro Abdul-Muhsin Salem, acrescentando que cerca de 250 outros viajantes estavam a bordo.

"Na chegada, ele (o ministro) foi levado do avião por dois oficiais vestidos com roupas de segurança no aeroporto de Bagdá. Eles foram muito educados. O ministro não foi algemado ou algo do tipo."

Um repórter da Reuters tinha visto Sudany mais cedo no aeroporto da capital iraquiana. Seus guarda-costas negaram que ele estava indo a algum lugar.

Sudany renunciou este mês por conta de um escândalo de corrupção ligado ao programa de alimentação pública do governo, um dos maiores do mundo.

O escândalo, no qual milhões de dólares destinados à compra de alimentos importados foram desviados por autoridades do ministério, já provocou a prisão de um dos irmãos de Sudany e a fuga de outro.

(Reportagem adicional de Suleiman al-Khalidi em Amã e Waleed Ibrahim, Ahmed Rasheed, Khalid al-Ansary e Mohammed Abbas em Bagdá)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG