não abalarão união nacional - Mundo - iG" /
Publicidade
Publicidade - Super banner
Mundo
enhanced by Google
 

Iraque diz que atentados não abalarão união nacional

Bagdá, 11 dez (EFE).- O presidente iraquiano, Jalal Talabani, condenou o atentado suicida de hoje em Kirkuk, que causou 47 mortes e deixou 93 feridos, e assegurou que os terroristas não estragarão as conquistas em segurança, nem abalarão a união nacional.

EFE |

Segundo um comunicado da Presidência iraquiana, divulgado pela agência de notícias independente "Aswat Al-Iraq" (Vozes do Iraque), Talabani, que hoje visitou Kirkuk, 250 quilômetros ao nordeste de Bagdá, qualificou de "covarde" a ação terrorista perpetrada em um restaurante lotado.

"Enquanto condenamos de forma veemente esta operação terrorista atroz executada pelos restos de um terrorismo derrotado, queremos ressaltar que os terroristas nunca poderão estragar as extraordinárias conquistas em segurança conseguidas em todas as províncias do país", assinalou Tabani.

Além disso, o presidente assegurou que a violência não poderá minar a união nacional iraquiana, "nem a coexistência pacífica que existiu durante centenas de anos entre a diversa população de Kirkuk", área onde convivem árabes, turcomanos e curdos.

A rica cidade petrolífera de Kirkuk é uma das principais fontes de tensão no Iraque, devido às pressões das autoridades da região autônoma do Curdistão iraquiano, no norte do país, que a reivindica como própria. EFE ssa/rr

Leia tudo sobre: iG

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG