Iraque diz que acordo com EUA levará em conta vizinhos

TEERÃ - O presidente do Parlamento iraquiano, Mahmoud al-Mashadani, que se encontra em visita ao Irã, disse hoje em Teerã que o Iraque sempre levará em conta a segurança regional e a opinião dos países vizinhos durante negociações com os Estados Unidos.

EFE |

A agência de notícias semi-oficial "Fars" disse que Mashadani fez essas declarações durante uma reunião com o chanceler iraniano, Manouchehr Mottaki.

"Segundo nossos planos, qualquer gesto que tenha influência na segurança da região será adotado levando em conta a segurança regional e a opinião dos países vizinhos", frisou Mashadani, em alusão ao acordo de segurança entre Iraque e EUA.

Os governos de Bagdá e Washington há vários meses negociam um pacto que regulará a presença das tropas americanas no Iraque depois de vencer, no final de ano, o mandato concedido pelo Conselho de Segurança da ONU.

Fora isso, Mashadani lembrou que a aprovação de qualquer acordo deve ser feita com o sinal verde do governo, dos ulemás e do Parlamento iraquiano.

Mashadani e Mottaki destacaram também a necessidade de ampliar as relações bilaterais entre Irã e Iraque.

Iraque e Irã, dois países que se enfrentaram em uma guerra na década de 1980, intensificaram seus contatos devido à visita feita em março passado a Bagdá pelo presidente iraniano, Mahmoud Ahmadinejad, a primeira de um governante do Irã desde o conflito.

Leia mais sobre Iraque

    Leia tudo sobre: iraque

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG