Iraque divulga na quarta-feira primeiros resultados de eleição

Por Suadad al-Salhy BAGDÁ (Reuters) - Os resultados preliminares das eleições parlamentares no Iraque serão divulgados na quarta-feira, disse uma autoridade da comissão eleitoral nesta terça-feira.

Reuters |

Nenhum dos blocos políticos que concorreram na votação de domingo devem ter uma vitória decisiva, e as negociações para formar um governo de coalizão podem levar meses.

Isso pode criar um vácuo político perigoso, uma vez que o Iraque tenta consolidar os ganhos de segurança contra a insistente insurgência islâmica, enquanto as forças norte-americanas se preparam para deixar o país.

A coalizão do primeiro-ministro iraquiano, Nuri al-Maliki, teve bons resultados em províncias xiitas do sul, e o bloco secular rival liderado pelo ex-premiê Iyad Allawi parece ter sido forte em áreas sunitas do norte e do oeste, de acordo com cálculos informais.

O parlamentar Sami al-Askari, membro da coalizão de Maliki, disse que o governo teve cerca de 45 por cento dos votos em Bagdá e que ganharia cerca da metade dos assentos na cidade sagrada xiita de Najaf. A coalizão tinha o terceiro lugar em algumas das áreas do norte, atrás da Iraqiya e da Aliança Curda, disse ele.

"Nós seremos o maior bloco no próximo Parlamento e, de acordo com a Constituição, nós seremos o bloco que nomeará o próximo primeiro-ministro", disse ele. "Mas, definitivamente, nós precisaremos nos aliar com uma ou duas listas."

O índice de participação nas urnas foi de 62 por cento. Os iraquianos esperam que a eleição ajude a formar um governo melhor e a trazer estabilidade após anos de guerras sectárias, à medida que as tropas norte-americanas se preparam para encerrar formalmente as operações de combate até 31 de agosto e se retirar até o fim de 2011.

O comparecimento às urnas foi maior que nas eleições regionais do ano passado, apesar de tentativas de insurgentes sunitas para interromper a votação, com ataques que mataram 39 pessoas.

Autoridades disseram que começarão a divulgar os primeiros resultados quando a apuração chegar a 30 por cento dos votos.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG