Iraque dispensa 1.300 soldados e policiais no sul

Bagdá - O governo do Iraque demitiu 1.300 policiais e soldados por sua fraca performance no último mês durante a luta contra milicianos xiitas no sul do país, disse um porta-voz do Ministério do Interior. O major-general Abdul-Karim Khalaf disse que mais de 900 foram demitidos na cidade de Basra, onde o primeiro-ministro Nuri al-Maliki lançou um combate severo aos militantes que deram início aos piores confrontos no Iraque desde meados de 2007.

Reuters |

O restante foi demitido na província de Wasit, onde os conflitos se espalharam.

Autoridades iraquianas reconheceram que mil soldados recusaram-se a lutar na campanha, a maior ofensiva liderada por forças do Iraque com a participação de tropas dos EUA e da Grã-Bretanha.

    Leia tudo sobre: iraque

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG