O Parlamento iraquiano aprovou nesta terça-feira resolução que autoriza o governo a assinar acordos bilaterais sobre a presença no país de tropas estrangeiras, que não sejam americanas, depois de 31 de dezembro, quando expira o mandato da ONU.

A votação foi feita logo depois da aceitação, também por voto, da demissão do presidente do parlamento, Mahmoud Machhadani.

A grande maioria dos deputados votaram a resolução que autoriza o governo a gerenciar diretamente a questão da presença das tropas da coallizão e a saída das forças americanas com os governos dos países envolvidos, segundo uma fonte parlamentar presente no momento da votação.

O parlamento retomará seus trabalhos no dia 9 de janeiro.



    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.