Iraque: Biden pede a diplomatas americanos que apóiem compromisso político

O vice-presidente americano, Joe Biden, pediu neste sábado a seus diplomatas que ajudem os iraquianos a alcançar um compromisso político para consolidar a paz no Iraque, depois da retirada do exército dos Estados Unidos, prevista para o fim de 2011.

AFP |

"Nossos diplomatas e civis vão concentrar seus esforços para ajudar os iraquianos a fazer o que for possível para chegar a um compromisso político que abra o caminho para a paz e a segurança, e permita a construção de um governo capaz de garantir a segurança e oferecer os serviços aos quais os iraquianos têm direito", disse Biden, durante uma cerimônia de naturalização de 237 militares oriundos de 59 países.

"Vocês perderam camaradas, 4.322 anjos caídos, mais de 30.000 feridos - 17.000 gravemente. Mas, por causa de seu serviço e sacrifício, o Iraque está emergindo do terror da violência sectária", disse Biden no Camp Victory, perto de Bagdá.

"Vocês sabem melhor que eu que ainda resta um trabalho enorme e difícil a fazer. Mas, graças a vocês, os iraquianos começam a dirigir seu destino, e vamos começar a recebê-los no país com a honra e gratidão que merecem", destacou.

O vice-presidente chegou na noite de quinta-feira em Bagdá, com a missão de acelerar o processo de reconciliação no Iraque, dois dias depois da retirada das tropas americanas das cidades iraquianas.

mel/ap

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG