Iraque assina Tratado de Proibição Total de Testes Nucleares

Viena, 20 ago (EFE).- O Iraque assinou o Tratado de Proibição Total de Testes Nucleares (CTBT, em inglês), informou hoje, em Viena, a Comissão Preparatória da organização responsável por esse convênio (CTBTO).

EFE |

"Felicitamos a decisão do Iraque de assinar o CTBT", disse Tibor Toth, secretário-executivo da citada comissão, em comunicado, que informa que Bagdá assinou na terça-feira o documento.

O secretário-executivo destacou "o significado particular" da assinatura de Bagdá diante dos "múltiplos desafios que o Governo iraquiano enfrenta atualmente".

"Trata-se de um forte sinal político para o desarmamento e a não-proliferação nuclear. Minha esperança é que incentive outros países da região a fazer o mesmo", acrescentou Toth.

O tratado proíbe qualquer tipo de testes nucleares no planeta, e, embora não tenha entrado em vigor, devido à falta de ratificação de alguns países, como Estados Unidos e China, já conta com um sistema de verificação formado por uma rede planetária de 337 instalações.

Com o Iraque, já são agora 179 os Estados signatários do CTBT, uma proibição internacional que só entrará em vigor, e será vinculativo, quando as 44 nações com potencial nuclear estabelecidas em um anexo ao documento tiverem ratificado o tratado. Até agora, 35 nações com potencial nuclear já assinaram o acordo, mas ainda precisam ratificá-lo Estados Unidos, China, Coréia do Norte, Índia, Paquistão, Israel, Indonésia, Coréia do Norte e Egito. EFE wr/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG