Iraque anuncia retirada de tropas do Irã de poço petrolífero

O governo iraquiano anunciou nesta quarta-feira que as tropas iranianas que ocuparam um poço petrolífero no sul do Iraque, em dezembro do ano passado, saíram completamente do país e retornaram a suas posições.

EFE |

"As tropas iranianas que capturaram o poço petrolífero número quatro no campo petrolífero de Faka (na província de Maysan) se retiraram e retornaram a suas posições", disse o porta-voz do governo iraquiano, Ali al-Dabbagh, à televisão iraquiana "Al Iraqiya".

Em 20 de dezembro, três dias depois que um grupo de soldados iranianos ocuparam o poço, Bagdá tinha anunciado que os soldados tinham se retirado, mas depois insistiu em que os militares ainda continuavam em território iraquiano.

A entrada das tropas iranianas, qualificada pelo Iraque como uma "violação do território", aumentou a tensão entre os dois países.

No entanto, em 7 de janeiro, os ministros de Exteriores iraquiano, Hoshiyar Zebari, e iraniano, Manouchehr Mottaki, decidiram normalizar as relações e a situação na fronteira comum, com a formação de uma comissão conjunta.

O problema fronteiriço entre os dois Estados data dos anos 70, quando o então vice-presidente do Iraque, Saddam Hussein, e o xá do Irã, Mohammed Reza Pahlevi, assinaram em 1975 um acordo para delimitar suas fronteiras, graças à mediação argelina.

No entanto, a situação teve uma mudança brusca com a invasão iraquiana ao Irã um ano depois da vitória da Revolução Islâmica iraniana, em 1979, e a posterior guerra entre os dois países que durou até 1988.

Leia mais sobre Iraque

    Leia tudo sobre: iraqueirã

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG