Iraque anuncia plano de comprar 36 caças F-16 dos EUA

Anúncio da compra acontece dois dias antes de reunião para discutir permanência de tropas americanas no país após 2011

EFE |

O Iraque planeja comprar 36 caças-bombardeiros F-16 dos Estados Unidos para reforçar sua capacidade aérea, em virtude da reativação de um contrato entre os dois países, anunciou neste sábado o primeiro-ministro Nouri al-Maliki. "O Executivo iraquiano reativará o acordo de aquisição de caças-bombardeiros F-16. O valor do contrato se duplicará para comprar 36 aeronaves, em vez das 18 anunciadas anteriormente", declarou o chefe do governo iraquiano em entrevista coletiva concedida na sede do Parlamento.

A decisão foi tomada para reforçar a capacidade aérea para proteger a soberania e independência do Iraque. Al-Maliki explicou que as aeronaves serão financiadas com o superávit das exportações do petróleo, conseguidas com o aumento registrado nos preços da matéria-prima nos mercados internacionais.

O governante também antecipou que uma delegação da Força Aérea iraquiana viajará em breve aos EUA. O Executivo iraquiano anunciou em fevereiro o adiamento da compra de 18 caças-bombardeiros F-16 americanos para destinar os US$ 900 milhões que seriam gastos em cartilhas de racionamento, subvencionadas pelos cofres públicos.

O anúncio da compra acontece dois dias antes que os principais blocos políticos iraquianos realizem uma reunião para discutir a possível permanência das tropas americanas no Iraque depois de 2011. Bagdá e Washington assinaram um acordo de segurança em dezembro de 2008 que estipulava a saída dos soldados americanos do país árabe no final deste ano.

    Leia tudo sobre: IraqueEUA

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG