Iraque anuncia detenção de 189 insurgentes desde início de ofensiva em Diyala

Bagdá, 31 jul (EFE).- Pelo menos 189 supostos rebeldes foram detidos desde o início, na terça-feira passada, de uma ofensiva militar na província de Diyala, no nordeste do Iraque, anunciou hoje o porta-voz do Ministério da Defesa iraquiano, Mohammed al-Askari.

EFE |

"Forças mistas da Polícia e do Exército iraquiano detiveram 155 homens, enquanto as forças da coalizão multinacional capturaram outros 34" durante a operação em Diyala, disse Askari à agência de notícias independente iraquiana "Aswat al-Iraq".

Além disso, o porta-voz disse que já foi suspenso o toque de recolher na província, imposto desde o início da ofensiva militar.

Cerca de 45 mil efetivos militares iraquianos, com o apoio de soldados americanos, participam da operação, informava nesta quarta-feira o jornal "Al-Sabah".

Esta operação é a última de uma série de ofensivas semelhantes em diversas províncias do Iraque contra rebeldes xiitas e insurgentes sunitas próximos à rede terrorista Al Qaeda.

Nos últimos meses, Diyala se transformou em um dos principais redutos da Al Qaeda, depois que os membros desta organização foram expulsos de outras províncias pelos Conselhos de Salvação ou milícias de voluntários sunitas.

Antes, o Exército iraquiano lançou campanhas nas províncias de Basra, Misan e Qadisiyah (sul do Iraque), Ninawa (norte), Babel e Bagdá (centro). EFE am/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG