Iraque: 35 supostos terroristas detidos em Diyala (ministro Defesa)

O exército iraquiano, que lançou terça-feira uma vasta operação contra a Al-Qaeda e outros insurgentes na província de Diyala, com o apoio do exército americano, deteve 35 pessoas procuradas por terrorismo, indicou nesta quarta-feira o ministro de Defesa iraquiano.

AFP |

"Nossas forças detiveram 35 pessoas procuradas por terrorismo, envolvidas em crimes, assassinatos, atentados e deportação de habitantes ligados à religião", declarou Mohammed Al Askari, porta-voz do ministério da Defesa, à AFP.

"Também detivemos um grande número de suspeitos e descobrimos 20 esconderijos de material militar, 35 bombas, 75 tipos diferentes de armas de fogo", acrescentou, confirmando que a operação "Presságio feliz" continua.

A operação foi iniciada terça-feira em Baaquba, capital da província, onde soldados e policiais iraquianos realizam sistemáticas rondas para localizar insurgentes e armamento.

Forças de segurança iraquianas também estão trabalhando nas fronteiras de Diyala, província mais perigosa do Iraque, para evitar que os terroristas tentem fugir para regiões vizinhas, explicou.

Segundo os meios de comunicação iraquianos, 56 mil homens das forças iraquianas foram mobilizados na província para a tarefa.

sf-mba/lm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG