Iranianos votam no 2o turno da eleição parlamentar

Por Parisa Hafezi e Zahra Hosseinian TEERÃ (Reuters) - Os iranianos votam na sexta-feira no segundo turno de uma eleição que não deve afetar o controle conservador sobre o Parlamento, já que muitos reformistas foram impedidos de participar no primeiro turno.

Reuters |

Os conservadores já formaram a maior bancada no primeiro turno, em março, mas em alguns distritos ainda há necessidade de segundo turno -- 164 candidatos disputam as últimas 82 vagas em cem cidades, inclusive Teerã. Ao todo, o Parlamento tem 290 vagas.

Adversários moderados do presidente Mahmoud Ahmadinejad dizem que a votação foi injusta porque o Conselho Guardião, um órgão não eletivo que avalia o compromisso dos candidatos com o Islã e o sistema clerical, proibiu muitos reformistas de participarem do pleito.

Depois de elegerem um pouco mais de 30 deputados, os reformistas pedem a seus seguidores que não deixem de votar, para ampliar a voz da oposição no novo Parlamento, que toma posse em maio.

Os deputados não têm poderes sobre questões como o programa nuclear ou a política externa, mas podem tomar decisões em questões econômicas.

A votação começou às 8h (0h30 em Brasília) e vai até as 18h (10h30), embora o horário tenha sido prorrogado em eleições anteriores.

Leia mais sobre: Irã


    Leia tudo sobre: irã

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG