Dezenas de pessoas participaram de um evento realizado nesta sexta-feira na capital do Irã, durante os quais as pessoas jogaram sapatos em caricaturas do presidente dos Estados Unidos, George W. Bush.

Os manifestantes, entre eles mulheres usando o tradicional véu islâmico, realizaram o ato em solidariedade ao jornalista iraquiano Muntadar Al-Zaidi, que jogou seus sapatos em Bush durante uma coletiva em Bagdá, no dia 14 deste mês.

Um membro da Guarda Islâmica iraniana, que se identificou apenas com o sobrenome Ghanati, resumiu a opinião dos presidentes no evento.

"O jornalista que jogou seus sapatos em George Bush se despediu bem desse traidor", disse. "Bush cometeu muitos atos de crueldade contra o povo do Iraque e de outros países."
Muntadar Al-Zaidi foi preso depois de jogar seus sapatos no presidente americano e permanece detido.

As autoridades iraquianas anunciaram que ele deve ser julgado no dia 31 deste mês pelo crime de "agressão contra um chefe de Estado estrangeiro".

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.