Irã volta a bombardear Curdistão iraquiano

Suleimaniya (Iraque), 9 jul (EFE).- A Força Aérea iraniana voltou a bombardear hoje o norte do Iraque sem causar vítimas, em um ataque dirigido contra a facção iraniana do Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK), segundo fontes oficiais do Curdistão iraquiano.

EFE |

O bombardeio foi registrado entre a meia-noite da hora local (17h, Brasília) e as 2h (19h), segundo Hassab Abdullah, prefeito de Pishdar, que fica 165 quilômetros ao noroeste de Suleimaniya, no norte do Iraque.

Abdullah disse à Agência Efe que o Exército iraniano bombardeou as áreas fronteiriças entre Irã e Iraque, e apesar de não haver vítimas, houve danos materiais.

O vice-primeiro-ministro iraquiano, Barham Salih, solicitou ao embaixador iraniano no Iraque que o Exército de seu país interrompa os ataques sobre o Curdistão.

O PKK não fez declarações sobre o ataque, nem a respeito do bombardeio turco que aconteceu ontem nos territórios curdos no norte do Iraque.

O Irã costuma bombardear os lugares onde supostamente se escondem os combatentes do Partido da Vida Livre do Curdistão (PJAK, facção iraniana do PKK) no Curdistão iraquiano, nas montanhas de Qandil, que se estendem na região fronteiriça entre Irã, Iraque e Turquia.

A última incursão iraniana aconteceu há uma semana, e também não houve vítimas na ocasião.

O PJAK, fundado em 2004, reivindica a independência dos curdos do Irã, um dos quatro países que tem população curda, além de Iraque, Turquia e Síria. EFE fm/wr/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG