atmosfera diferente em negociações nucleares - Mundo - iG" /

Irã vê atmosfera diferente em negociações nucleares

NAÇÕES UNIDAS (Reuters) - O ministro das Relações Exteriores iraniano, Manouchehr Mottaki, disse na quarta-feira que vê uma atmosfera diferente nas negociações nucleares com seis potências mundiais, depois de uma recente aproximação por meio da União Européia (UE). Mottaki disse em uma coletiva de imprensa da Organização das Nações Unidas (ONU) que irá responder muito em breve à carta das seis potências entregue a ele no mês passado por Javier Solana, chefe de política internacional da UE.

Reuters |

Representando os Estados Unidos, a Grã-Bretanha, a França, a Alemanha, a Rússia e a China, Solana entregou ao Irã no dia 14 de junho uma oferta de benefícios comerciais e diplomáticos, a fim de persuadir o país a suspender seus trabalhos nucleares.

Mottaki disse que 'frases e abordagens construtivas', combinadas com a proposta anterior do Irã 'abriram o caminho, criando uma atmosfera diferente'.

'Muito em breve eu vou responder à carta dada a mim por seis ministros das Relações Exteriores', acrescentou.

Também nesta quarta-feira, o presidente dos Estados Unidos, George W. Bush, disse que a diplomacia é a primeira opção considerada por seu país para fazer com que o Irã deixe de enriquecer urânio -- o Ocidente suspeita que o objetivo do programa seja a produção de uma bomba atômica. Contudo, Bush não descarta outras possibilidades.

'Sempre disse que todas as opções são válidas, mas a primeira opção para os Estados Unidos é resolver esse problema diplomaticamente', disse Bush a repórteres. Bush se encontrará com os líderes do G8 (grupo dos sete países mais ricos do mundo mais a Rússia) na semana que vem.

'A melhor maneira de resolver isso diplomaticamente é se os Estados Unidos trabalharem com outras nações para mandar uma única mensagem, a de que 'você (o Irã) ficará isolado e terá dificuldades econômicas se continuar tentando enriquecer (urânio)', completou Bush.

Quanto à resposta de Mottaki, Bush mostrou-se desconfiado.

'Eles dizem que vão reagir positivamente. Vamos ver. Eles não fizeram isso no passado', disse o presidente norte-americano a repórteres.

Mottaki afirmou que as especulações da mídia de um possível ataque israelense às instalações nucleares do Irã são uma 'guerra psicológica' e acrescentou que nem Israel nem os Estados Unidos estão em condições de começar uma guerra.

(Por Patrick Wornship, com reportagem adicional de Jermemy Pelofsky e Arshad Mohammed em Washington)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG