O chefe da diplomacia iraniana, Manuchehr Mottaki, declarou nesta terça-feira que o Irã prefere esperar para ver as ações políticas do novo presidente americano, Barack Obama, para julgar suas intenções sobre o Irã e o Oriente Médio, segundo a agência oficial Irna.

"Preferimos ainda esperar para ver quais serão as ações políticas do governo americano" em relação ao Irã, declarou Mottaki.

O ministro iraniano das Relações Exteriores pediu ao sucessor de George W. Bush que mire com novos olhos o Oriente Médio acrescentando que "o olhar tradicional (...) não dará em nada".

Irã e Estados Unidos romperam as relações há 30 anos. Apesar de raros períodos de melhora, as ligações entre os dois países não deixaram de se degradar.

Barack Obama, que prestou juramento nesta terça-feira em Washington, havia se declarado disposto a um diálogo com Teerã, apesar de continuar exigindo que o regime dos aiatolás suspenda seu controvertido programa nuclear.

O Irã, por sua vez, pediu ao novo presidente americano que "mude" de política em relação a Teerã, ao mesmo tempo em que excluiu a suspensão de suas atividades nucleares.

sgh/pcl/sd

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.