Irã vai construir novo local para enriquecer urânio em 2011

O enriquecimento de urânio provocou uma crise entre o Irã e as potências ocidentais, que temem que Teerã obtenha armas nucleares

iG São Paulo |

O Irã construirá um novo local para enriquecer urânio durante o primeiro semestre de 2011, anunciou Ali Akbar Salehi, diretor da Organização Iraniana de Energia Atômica (OIEA), informa o site do canal de TV estatal.

"Acabamos de determinar a localização de dez novas áreas de enriquecimento, que serão construídas", disse Salehi. "A construção de um deles começará antes do fim deste ano iraniano (20 de março de 2011) ou no início do próximo ano", completou.

O processo de enriquecimento de urânio provocou uma crise entre o Irã e as potências ocidentais, que temem uma tentativa de Teerã produzir armamento nuclear, apesar dos desmentidos do governo iraniano.

Reator de Bushehr

No sábado, a Rússia começará a abastecer o reator nuclear da usina iraniana de energia de Bushehr com combustível, informou na sexta-feira um porta-voz da corporação estatal russa de energia atômica.

O porta-voz disse que o carregamento do reator com combustível seria um passo decisivo para o início da operação no reator da primeira usina nuclear de energia elétrica da Republica Islâmica, mas o reator ainda não será considerado operacional nesse dia e não se sabe quando ele estará operando em sua capacidade total.

O Irã foi alvo de sanções da ONU e da comunidade internacional, que suspeita que Teerã pretende produzir armamento atômico sob a fachada de um programa nuclear civil. As sanções têm como objetivo aumentar a pressão internacional para que Teerã abandone seu programa de enriquecimento de urânio.

A Rússia vai administrar a usina, fornecer seu combustível e recolher seu lixo atômico. Por essa razão, especialistas em energia nuclear afirmam que há baixo risco imediato de que o reator seja usado na construção de armas nucleares.

*Com Reuters, BBC e AFP

    Leia tudo sobre: Armas nuclearesEUAIrãprograma nuclear

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG