O Irã anunciou nesta quarta-feira ter testado com sucesso um novo míssil terra-terra de longo alcance que seria capaz de atingir alvos em Israel e em território europeu. Batizado de Sajjil, o projétil foi descrito pela TV estatal iraniana como um míssil movido a combustível sólido, de alta velocidade e com alto nível de precisão.

Em um pronunciamento na TV, o ministro da Defesa iraniano, Mohammed Najjar, afirmou que o míssil é uma arma defensiva.

Najjar também afirmou que o novo míssil de dois estágios tem uma "capacidade extraordinariamente grande", mas deu poucos detalhes além de seu alcance, estimado em 1.930 quilômetros.

Um projétil com este alcance poderia facilmente atingir Israel, assim como o sudeste da Europa.

O míssil movido a combustível sólido atualmente utilizado pelo Irã tem um alcance de apenas 170 km.

Este tipo de armamento é conhecido por ser mais preciso do que os mísseis movidos a combustível líquido, que são maioria no arsenal de projéteis de longo-alcance iraniano.

"Este teste é uma amostra da doutrina de dissuasão do Irã. O míssil só será lançado contra aqueles inimigos que querem nos agredir e invadir a República Islâmica", disse Najjar, segundo a agência oficial Irna.

Em Washington, o Departamento de Estado afirmou que o lançamento é "uma preocupação para a comunidade internacional" e reiterou que o teste é uma demonstração da necessidade de se implantar um escudo anti-mísseis na Europa.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.