Irã tem forte participação no início da eleição presidencial

Os iranianos comparecem às urnas em massa nesta sexta-feira para eleger o presidente do país entre o ultraconservador Mahmud Ahmadinejad, que busca a reeleição, e o ex-premier Mir Hosein Mussavi.

AFP |

"Há muito eleitores desde o início da votação, os relatórios procedentes das províncias mostram o mesmo", declarou à AFP Kamran Daneshju, diretora da comissão eleitoral do ministério do Interior.

Os locais de votação abriram as portas às 8H00 (0H30 de Brasília) e o fechamento está previsto para as 18H00 locais, mas o horário pode ser ampliado em função do fluxo.

A taxa de participação dos 46 milhões de eleitores é considerada um fator chave para permitir a realização de um segundo turno, ou até mesmo que Mussavi, um conservador moderado, vença no primeiro turno e se transforme na segunda pessoa mais poderosa do país depois do guia supremo, o aiatolá Ali Khamenei.

Na eleição de 2005, quando Ahmadinejad, praticamente um desconhecido até o momento, venceu o ex-presidente Akbar Hashemi Rafsandjani para surpresa de todos, a participação foi de el 60%.

Outros dois candidatos, o reformista Mehdi Karubi e o conservador Mohsen Rezai, também estão na disputa.

Ahmadinejad, 52 anos, conta com o voto das classes mais pobres para obter um novo mandato de quatro anos, enquanto Musavi, 67 anos, apoiado pelos reformistas, espera se beneficiar de uma rejeição à política do atual presidente.

Os resultados oficiais serão publicados em até 24 horas após o fim da votação. Caso nenhum candidato receba 50% mais um voto, o segundo turno acontecerá no dia de junho.

fpn-sgh/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG