terrorismo de Estado - Mundo - iG" /

Irã tacha nova estratégia nuclear dos EUA de terrorismo de Estado

Nações Unidas, 12 abr (EFE).- O Irã intitulou hoje a nova estratégia de defesa nuclear adotada pelos Estados Unidos de terrorismo de Estado por não descartar a república islâmica como um possível alvo.

EFE |

"Esta política de chantagem nuclear e terror, que fere o direito internacional e a Carta das Nações Unidas, além de abalar a confiança entre nações, deve ser denunciada", disse o embaixador do Irã na ONU, Mohammad Khazaee, em discurso em um comitê da Assembleia Geral do organismo.

O diplomata perguntou aos membros do comitê das Nações Unidas, que analisa a luta contra o terrorismo, se não há pior ato de terror "do que ameaçar um país inteiro com armas de destruição em massa".

"É possível descrever a nova estratégia nuclear dos EUA, que autoriza o uso de armas nucleares contra outros países, entre eles o Irã, como outra coisa que não seja terrorismo de Estado em sua máxima expressão?", questionou o embaixador.

Khazee também perguntou se ameaçar "de maneira pública e sem pudor" um membro das Nações Unidas e signatário do Tratado de Não-Proliferação (TNP) "não é uma clara manifestação de terrorismo de Estado em grande escala".

A revisão da política de defesa nuclear anunciada no último dia 6 por Washington impõe novos limites ao uso e às quantidades de armas atômicas em caso de conflito bélico.

O novo documento estabelece, entre outras coisas, que os EUA não ameaçarão ou atacarão com armas nucleares países que respeitem seus compromissos dentro do TNP, mas inclui exceções para nações como Coreia do Norte ou Irã por causa de seus programas nucleares.

Um dia depois, o presidente do Irã, Mahmoud Ahmadinejad, advertiu em discurso em Teerã que os EUA receberão uma "resposta contundente" caso ameacem a segurança de seu país. EFE jju/bba

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG