O ministro das Relações Exteriores do Irã, Manuchehr Mottaki, expressou neste sábado sua surprsa pela decisão do Marrocos de romper relações depois de uma escalada de tensão relativa a supostas referências em Teerã sobre o reino do Barein como província do Irã.

"A medida do governo marroquino é surpreendente e desperta interrogações. Esperávamos uma delegação parlamentar marroquina para participar na conferência sobre Gaza e eles não vieram", afirmou Mottaki.

No processo que levou à ruptura das relações, Rabat acusou Teerã de tentar impor um domínio xiita em Barein, o país do Golfo governado por uma dinastiaa sunita.

sgh/cn

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.