Irã repete que não almeja armamento atômico

O Irã repetiu nesta segunda-feira que não deseja produzir armamento nuclear, um dia depois de uma autoridade americana ter afirmado que Teerã tem material suficiente para fabricar pelo menos uma bomba nuclear.

AFP |

"Todas estas declarações carecem de fundamento", afirmou o porta-voz do ministério iraniano das Relações Exteriores, Hassan Ghashghavi, em uma resposta a comentários do chefe do Estado-Maior americano, Michael Mullen.

Sem rebater a afirmação de Mullen, Ghashghavi declarou que o Irã não pretende obter uma arma nuclear e que não poderia fazer isto sem que a comunidade internacional percebesse.

Ao ser questionado se o Irã tem material nuclear suficiente para construir uma bomba atêmica, o almirante Mullen respondeu: "Com absoluta franqueza, pensamos que sim".

Segundo a Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA), o Irã possui 1.010 quilos de hexafluoreto de urânio fragilmente enriquecido. Para fabricar uma bomba precisaria, primeiro, enriquecer este material a um alto nível.

Ghashghavi afirmou que tal procedimento não poderia escapar da AIEA, já que existem várias câmeras de vigilância da agência no país e a mesma testa a pureza do material(nuclear iraniano.

No domingo, o secretário de Defesa dos Estados Unidos, Robert Gates, afirmou que os iranianos não estão perto de ter reservas suficientes.

"No estão perto de ter uma arma nesta etapa", declarou Gates ao canal NBC.

hif-pcl/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG